• Bianca Ceratti Zardo

Como interpretamos o resultado da mamografia?

Como interpretamos o resultado da mamografia?


O exame é classificado dentro do padrão mundial Breast Imaging Reporting and Data System (BI-RARDS). Isso possibilita uma melhor comunicação e orientação de conduta entre o mastologistas e os radiologistas mamários. Esse método categoriza as lesões das mamas por grupos, conforme abaixo:


Categoria 0 — quando a avaliação foi incompleta, necessitando de uma investigação adicional. Tanto lesões benignas quanto malignas podem inicialmente ser laudadas como BIRADS 0. Essa avaliação adicional é que vai dizer se a alteração é suspeita ou não


Categoria 1 — mamografia normal, sem achados;


Categoria 2 — exame normal e apresentando achado benigno, como cicatrizes de procedimentos prévios, próteses de silicone, cistos mamários, nódulos existentes há muito tempo ou com biópsia benignas, calcificações tipicamente benignas e outras


Categoria 3 — quando uma alteração é encontrada, com grande chance de ser benigna. Nesse caso, o achado deve ser acompanhado e o exame deve ser repetido novamente em 6 meses;


Categoria 4 — O significado dessa categoria é achado suspeito de malignidade e podem ser divididos em: a (suspeição baixa), b (suspeição intermediária) e c (suspeição alta). Necessita de biópsia para confirmação.


Categoria 5 — Achados altamente suspeitos de malignidade; Necessita de biópsia para confirmação.


Categoria 6 — câncer de mama já diagnosticado. Resultado comum em exames realizados durante o tratamento de um câncer de mama já diagnosticado.


Este post é meramente informativo e com conteúdo sucinto, não substituindo a consulta medica.


Nos próximos posts listaremos mais alguns aspectos importantes sobre a Mamografia. Continue a leitura e informe-se.


Dra. Bianca Ceratti Zardo

👩🏼‍⚕️ Médica Mastologista

🎓Mestre pela PUCRS

🏥 CREMERS 32847

🎗️RQE 27255


#mastologia#mastologista#cancerdemama#mamografia#mamografiadigital#cancerdemama




2 visualizações0 comentário